Voltar ao índice

Capítulo 13 – Oceanos e Mares

 

Hidrosfera

Temperatura do mar

Plataformas continentais

 

   

     70% da superfície terrestre é ocupada por água, oceanos e mares. A restante parte, 30 %, é ocupada por continentes.

 

Hidrosfera

 

     A Hidrosfera é uma camada composta por oceanos e mares: Pacífico, Atlântico, Índico e Glacial Árctico. A água dos oceanos é salgada, pois contém uma dissolução de diversos sais provenientes dos continentes, que se tem acumulado desde tempos remotos.

     A salinidade é a proporção de sais dissolvidos na água pura e expressa-se em partes por mil (%o). A salinidade média da água do mar é de 35 partes por mil e destes 23 é composto por cloreto de sódio. A salinidade depende da evaporação existente à superfície dos oceanos e mares. Assim em zonas tropicais com a evaporação em maior escala, os oceanos tem mais salinidade. Ao contrário das zonas equatoriais onde a salinidade é baixa (ex.: mar Mediterrâneo (39%o ), mar Vermelho (43%o ), mar Negro (20%o )). Nas zonas equatoriais existe por exemplo o mar Morto com 227%o de salinidade e por fim temos o exemplo do mar Báltico com 7,8%o de salinidade.

 

Temperatura do mar

 

     A temperatura do mar depende dos raios de sol. Portanto diminui com a profundidade. O mar é um bom regulador térmico pois aquece e arrefece muito mais lentamente que a superfície da terra e assim impede que as regiões costeiras arrefeçam ou aqueçam tanto como as zonas mais afastadas. Por isso as regiões costeiras tem, em geral, um melhor clima que as regiões interiores.

 

Plataformas continentais

 

     O fundo dos oceanos não é uma superfície plana e homogénea, é idêntica ao relevo dos continentes.

     A parte mais próxima da costa é coberta por águas pouco profundas – Plataformas continentais (a menos de 150 metros de profundidade). Estas costumam ser planas vivendo nela boa parte da fauna marítima e plâncton. São interrompidas bruscamente pela fossa continental (entre os 15 m e os 2000 m), que conduz até aos fundos oceânicos médios (entre os 2000 m e 6000 m). É aqui onde se podem encontrar os relevos submarinos e as dorsais (cordilheiras).

     Para além dos 6200 m encontramos as fossas abissais, que são depressões alongadas e muito fundas (ex.: fossa das Marianas ou das Filipinas).

 

 

Fossa das Marianas ou das Filipinas

(na fig. da direita o que se encontra a azul escuro é a fossa e a vermelho as ilhas)

 

Voltar ao índice